BRASILEIRO SÉRIE D 2016: Classificado, Linense vai defrontar o Ituano no “mata-mata”



Com um gol de Marcelinho Paraíba aos 41’ minutos da segunda parte numa cobrança de falta, o Inter de Lages (SC) venceu o Clube Atlético Linense, pelo placar de um a zero, na partida realizada domingo, 17, no Estádio Gilberto Siqueira Lopes e valida para a última rodada da fase de Grupos do Campeonato Brasileiro da Série D de 2016. 

O placar não demonstra a realidade daquilo que aconteceu durante toda a partida, onde o time do Elefante da Noroeste, já antecipadamente classificada para a fase do “mata-mata”, foi aquela que dominou grande parte dos 90 minutos de jogo e aquele que no gramado do “Gilbertão” demonstrou uma maior preponderância ofensiva e consequentemente  mais procurou vencer a partida. 

O JOGO O Inter de Lages precisa de vencer a partida para aspirar à classificação para a segunda fase da competição e entrou em campo com a intenção de marcar nos momentos iniciais. Fato disso, foi o remate perigoso de Gava, aos 11 minutos de jogo, arrisca um poderoso chute de fora da área, mas encontra pela frente o goleiro atleticano que faz grande defesa. 

O Linense toma consciência do jogo e começa a controlar melhor o jogo e começa a montar a teia do seu ataque às redes do arqueiro Neto Volpi. Em três ocasiões o Linense poderia ter aberto o placar: Alex Barros, aos 13’ chuta forte para fora; Leleco de cabeça aos 18’ em bola alçada na área do Inter não aproveita e escora de cabeça para fora. A mais clara oportunidade de gol do CA Linense foi de Jefferson Maranhão que chutou forte mas o goleiro adversário faz boa defesa. E mais uma vez Thiago Humberto em marcação de escanteio aos 21’ tenta de novo a sua sorte e quase marca um gol olímpico. O Linense era soberano na partida criando bastantes jogadas de gol, mas nessa noite a pontaria não estava com a mira afinada e foram inúmeras as oportunidades perdidas pelo “Elefantão” de abrir o placar. Aos 46 minutos de jogo o árbitro encerrou a primeira parte da partida. Com o resultado em Lins, o Inter de Lages estava eliminado na competição. 

Recomeçado a segunda parte, logo nos minutos iniciais de novo Jefferson Maranhão: em cruzamento do lateral Peixoto que fez seu primeiro jogo pelo Linense, encontra Jefferson cabeceia para fora, fazendo levantar as arquibancadas do Estádio Gilberto Siqueira Lopes. 

O Linense continuava superior no jogo, e Tássio, aos 4 minutos cabeceia para fora, raspando a trave adversária. Aos 26 minutos de jogo, Jefferson Maranhão após arrancada pelo lado direito, sente a posterior da perna direita e acaba sendo substituído por Rafael Aidar. E logo numa das suas primeiras participações em campo, Rafael Aidar recebe a bola e lance o contra ataque, dá um “corte” monumental no zagueiro adversário e chuta cruzado e forte... a bola sai tirando tinta da trave do Inter.

 Mais um imprevisto no Linense: Rafael Aidar sai machucado para a entrada de Paulinho, aos 32 minutos da segunda parte. 

Até que aos 40 minutos de jogo o árbitro assinala uma falta bem na entrada da grande área do Clube Atlético Linense e à medida de Marcelinho Paraíba, que fez jus à sua fama de batedor de faltas diretas e coloca a bola bem no canto direito do goleiro Reynaldo, que voa para alcançar a redondinha mas sem êxito. Estava aberto o placar no “Gilbertão”. De desclassificados, o Inter estava na liderança do grupo e se ia classificando para a segunda fase do brasileiro. Com essa vitória o Inter de Lages passava de eliminado do grupo A16 para a liderança da chave, com 10 pontos, os mesmos pontos do Clube Atlético Linense, mas com melhor saldo de gols. Eliminados o São Paulo (RS) e o PSTC Procopense (PR). 

O Clube Atlético Linense irá defrontar no “Gilbertão”, já no próximo domingo (24/07), o Ituano F.C., em horário ainda a definir pela Confederação Brasileira de Futebol. O jogo de volta acontecerá dia 31 de junho, em Itu. 

Ficha Técnica da partida:  

Goleiro Reynaldo;  Felipe, Rodrigo Lobão, Magno Alves e Peixoto; 

Maycon, Tássio, Alex Barros (Rafael Chorão) e Thiago Humberto (Cap.); 

Jefferson Maranhão (Rafael Aidar, depois Paulinho) e Leleco.

Técnico: Moisés Egert 

Inter de Lages-SC

Neto Volpi;

Oliveira (Weriton), Cristian, Júnior Maceió e James; 

Parrudo (Léo), Rafael Tufa, André Gava e Marcelinho Paraíba; 

Júlio César (Geraldo) e Gustavo.

Técnico: Waguinho Dias 

Público: 5.036 torcedores

Renda: R$ 25.275,00 

#rumoseriec

#euacredito

#juntossomosmaisfortes

 Avante Linense, avante!




CANAL DO TORCEDOR